HORA E DATA !

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

#Brasil #Passou #A #Perna #Nos #EUAeFrança #Investindo #Nas #Forças #Aéreas

Conheça o novo Caça do Brasil, que será produzido com a Suécia.
Avião alcança 4 mil km e tem velocidade duas vezes maior que a do som. Preferido dos militares, é capaz de atacar alvos no ar e terra além da visão.

Brasil passa perna nos EUA e na França de uma vez só: hoje cedo finalmente a presidenta Dilma anunciou quais serão os caças que serão comprados para o Brasil!


Será nada mais nada menos do maravilhoso "Gripen NG" sueco, que além de mais moderno e mais barato, e terá participação de cientistas brasileiros na produção!


 "...teremos 40% do modelo e 80% da estrutura de fabricação nacional: unindo o útil ao agradável... (Afirmou Dilma)

Ciente que o relacionamento com o presidente dos EUA, Barack Obama não é dos melhores; 

"... já que ele (presidente) queria empurrar aquelas banheiras velhas de F-18 para cima de nós, enquanto eles já têm até F-480... Ah para ! foi-se o tempo que o Brasil comprava sucata, querido! ..." (Afirmou a Ministra Gleisi Hoffmann)


gripen n/g (Foto: SAab/divulgação)
O governo federal anunciou nesta quarta-feira (18) que o Gripen NG, oferecido pela empresa sueca Saab como "a aeronave de combate mais avançada do mundo", será o novo caça do Brasil.
Ao contrário dos outros concorrentes, o Rafale, da francesa Dassault, e o F-18, da norte-americana Boeing, o Gripen NG ainda não voa. Ele começou a sair do papel em julho, quando a Saab iniciou a produção em sua fábrica em Linköping.

A proposta da Saab era considerada mais barata que a dos concorrentes (US$ 4,5 bilhões), além do custo de hora de voo, que é inferior ao dos concorrentes (cerca de US$ 4 mil).
A negociação prevê que o Brasil participe do processo de produção com ampla transferência de tecnologia, o que foi considerado, pelos militares, um dos fatores que interferiu na decisão. A estimativa é que 40% do modelo e 80% da estrutura sejam de fabricação nacional.



A negociação inclui ainda aviões com duas posições (para treinamento), sensores, peças e o treinamento de pilotos e mecânicos, além de acordos com empresas brasileiras.

gripen (Foto: arte g1)

"Os outros dois caças estão prontos. O que virá conosco será a capacidade de desenvolvimento conjunto, um aprendizado na tecnologia aeroespacial. Não se pensa em margem de lucro", disse, em entrevista ao G1 em julho, o presidente da empresa no Brasil,  Bengt Janer.
Ataque além do alcance
O Gripen pode abater outros aviões no ar ou enviar mísseis para o solo, além de realizar ataques contra alvos fora do alcance de visão. Era o “preferido” pela Força Aérea Brasileira em um relatório concluído em 2010, por prever que técnicos brasileiros acompanhassem o processo de criação do modelo, uma versão aperfeiçoada do Gripen E/F, que já está em operação na Suécia, Reino Unido, Índia e Suíça.

Com alcance superior ao do F-18 e do Rafale (até 4 mil quilômetros, devido ao maior tanque de combustível), o Gripen também permitirá desenvoltura diante das dimensões continentais do país para a proteção da Amazônia e do pré-sal, afirma o brigadeiro da reserva Teomar Quírico, piloto de caça com mais de 2 mil horas de voo que já comandou esquadrões de caça da FAB.


aviacao de caça (Foto: arte g1)"Esta é a melhor opção para o nosso país e para a FAB. Por estar em desenvolvimento, o Brasil tem mais independência ao operar esta aeronave", aponta o oficial.

Outro ponto positivo avaliado pelos militares é a capacidade de integrar sensores e novos armamentos, já que o desenvolvimento será em conjunto e as peças poderão ser produzidas no país.  Além disso, é possível usar armas de outros fabricantes. Assim, o Brasil não dependerá, em caso de guerra, da compra de mísseis dos Estados Unidos, o que ocorreria se fosse adquirido o F-18, ou da França, no caso do Rafale.

Processo em andamentoO início da construção do Gripen NG na Suécia, porém, não impede o Brasil de participar do desenvolvimento, já que os governos da Suíça e Suécia decidiram que o Gripen será o caça usado pelos países nos próximos 30 anos.
Além da Aeronáutica brasileira, que receberá 36 aviões, outros 88 já foram encomendados, sendo 60 para a Suécia - que serão entregues entre 2013 e 2026.


"A Suíça fechou um pedido em dezembro de 2012 de uma aeronave que passará por uma reformulação. Ainda há tempo para o Brasil participar do programa desde o início, se a decisão pelo caça ocorrer em breve”, disse Janer na ocasião.
No dia 31 de dezembro, a Aeronáutica aposenta os Mirage-2000, que foram comprados já usados da França, em 2005, em uma estratégia tampão. Os aviões estão sucateados e sem armamento, segundo anunciou o brigadeiro Juniti Saito, comandante da FAB, em agosto.
Enquanto as aeronaves novas não chegam, a Aeronáutica colocará em Anápolis, onde ficam os Mirage atualmente, 5 caças F-5, que são de menor alcance e não voam a até duas vezes a velocidade do som - capacidade que os Mirage possuem e que o novo caça terá.
FONTE: (G1.COM.BR)

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

#AdeusRenato #BemVindoEnderson #TrocaDeTecnicos #Gremio

Enderson Moreira é o novo técnico do Grêmio

Enderson Moreira acertou com o Grêmio no domingo, mas o clube aguardava o término das negociações com técnico Renato Portaluppi.

O Grêmio já tem um novo técnico para 2014 !!!


Trata-se de Enderson Moreira. Sim ! Isso Mesmo, Técnico Enderson Moreira ex-Goias, A informação é que o idolo do mundial e técnico Renato Portaluppi não vai seguir no clube, que já agradeceu pelos serviços prestados, e, para seu lugar chega o técnico que se destacou no Goiás. Enderson será apresentado pelo Tricolor às 17h desta segunda-feira.


Informantes ligados ao clube dão informações confidenciais da última reunião realizada com Renato Portaluppi que pediu cerca de 550 mil reais. Ciente que ele recebia cerca de 350 mil. 


Em 2010 quando Renato ainda estava no clube gaúcho, o ídolo do mundial naquela façanha de colocar o Grêmio do rebaixamento rumo a Libertadores daquele ano, Portaluppi recebia cerca de 425 mil reais. (+ Direitos de Imagem), Ciente também que o Grêmio estava disposto a bancar apenas 300 mil reais a técnico, diferentemente de Enderson Moreira já contratado por apenas 250 mil reais. Ah, sim !!! Renato deve assumir o Fluminense na primeira Divisão !!!

Tribunal Superior de Justiça Desportiva (TSJD), HOJE pela tarde acatou a denuncia e acabou de rebaixar para 2° divisão o time da Portuguesa, Renato Gaucho, assumirá Fluminense na 1° Divisão !!!! Sendo assim o time da Portuguesa perde seus pontos e cai para segunda divisão, já o Fluminense passa a portuguesa no aspecto pontual e se livra da Zona da Degola, da 2° Divisão, ele foge !!!
Enderson Moreira não muito conhecido nacionalmente por grandes trabalhos, é um técnico novo, mas entende muito de futebol, pra quem não o conhece bem. Ele traz o aquele mesmo jeito gaúcho "Carrancudo" de Celso Juarez Roth, já bem conhecido pelo Sul.


O técnico Enderson Moreira fez um bom trabalho com o Goiás e está sendo especulado no Grêmio e no Santos para 2014 (Foto: Divulgação / Goiás)
Enderson Moreira acertou com o Grêmio no domingo, mas o clube aguardava o término das negociações com Renato Portaluppi. De acordo com informações na imprensa gaúcha, Renato não aceitou redução salarial e gostaria de ter seu contrato valorizado com o vice-campeonato brasileiro.



Especula-se que Enderson chegará ao Grêmio recebendo um salário de R$ 250 mil. Renato, por outro lado, não aceitou reduzir seu salário para R$ 300 mil. Segundo o jornal Zero Hora, Portaluppi queria receber cerca de R$ 550 mil.

Renato encerra sua segunda passagem como técnico do Grêmio com um retrospecto de 17 vitórias, 12 empates e 10 derrotas em 39 jogos. O técnico foi vice-campeão brasileiro e chegou até a semifinal da Copa do Brasil.

Fonte: ZeroHora.com

#Idolatria #FestivalPromessas #BaixaAudiencia #Criticas

Baixa Audiência e Críticas Marcam o Festival Promessas na Globo
A apresentação do Festival Promessas na tarde de ontem, 15 de dezembro, fez a TV Globo perder boa parte da audiência em relação aos anos anteriores.

Baixa audiência e críticas marcam Festival Promessas na Globo
A terceira edição do Festival Promessas não gerou o resultado esperado pela Rede Globo e nem para os telespectadores. A transmissão do show gospel neste domingo (15) teve baixa audiência e muitas críticas nas redes sociais.
De acordo com informações prévias do Ibope, a edição 2013 do Festival registrou média de 8,3 pontos, o que manteve a emissora da família Marinho em primeiro lugar no horário, contra 7,5 do SBT e 4,9 da TV Record.


Gravado na Esplanada dos Ministérios no último dia 30 de novembro, o Festival Promessas contou com participações de Diante do Trono, Oficina G3, Bruna Karla, Thalles Roberto e Aline Barros.

CACHÊ ?
A informação que surgiu foi que a Rede Globo cobrou 200 mil reais a cada cantor para participar do Festival Promessas. (Divulgação da Imagem do cantor, dos Hinos e dos Cd's). Vergonha não ? 

NAS REDES:

Nas redes sociais o show gospel também teve baixa e ao contrário dos primeiros anos, não chegou a se tornar um dos assuntos mais comentados do Twitter.
Os internautas comentaram bastante sobre as apresentações de Jonas Vilar, Diante do Trono, Oficina G3, Bruna Karla, Thalles Roberto e Aline Barros, mas muitos comentários foram de críticas ao evento.
Muitos evangélicos não aprovaram o programa por ser mais um show musical que um espaço para levar a mensagem verdadeira do Evangelho.
“Um evento cheio de idolatria, cheio de ganância, cheio de amor ao dinheiro. Uma vergonha! Ser cristão verdadeiro não é cantar musiquinhas gospel e dizer que é evangélico. Não é assim e o #FestivalPromessas não nos representa”, escreveu Richardson Gomes no Facebook.
“O que se viu na tela da Rede Globo, nesta tarde de domingo 15/12, não passou de um show de exagero, breguice, mininice e pouco, mas muito pouco compromisso com o sentido real da palavra ‘evangelho’!”, escreveu Gesson Vasconcelos também no Facebook.
Na fanpage do Gospel Prime lançamos a pergunta aos nosso seguidores e tivemos as mais difentes respostas: “Acho que a rede esgoto só quer ibope. Nunca gostou dos cristãos. Quanto aos artistas, acho que a maioria estão cantando e não louvando”, opi nou Mayra Sant’Anna.
Já Johnnson Cavalcante olhou o evento de outra forma: ” Achei proveitoso a nivel profissional espiritualmente falando nada a conquistar…”
Festival Promessas faz audiência da Globo despencar em 60%; Assista o vídeo do evento completo

Porém, em relação a 2011, ano da estreia do especial de música gospel, a emissora teve uma perda de 60% da audiência. Naquele ano, o programa alcançou média de 15 pontos de audiência. Comparando com 2012, quando a Globo alcançou 13 pontos, a perda foi menor, na casa dos 40%, de acordo com informações do site Na Telinha.

De acordo com o site “Notícias da TV” o programa teve média de 8,3 pontos na Grande São Paulo (cada ponto representa 62 mil domicílios). A Globo não contava que o SBT colocaria o sertanejo Luan Santana bem no horário, fazendo a apresentadora Eliana praticamente empatar com 7,5 pontos.
A emissora vem colecionando fracassos com sua empreitada na música gospel, usada como estratégia de aproximação com o público evangélico, que vem crescendo no Brasil.